A Ordem, a mudança e o Dr. Ruy Barbosa

A Ordem, a mudança e o Dr. Ruy Barbosa

19 de Novembro, 2021 Não Por Thielli Ehlert Bairros

Advocacia ! O que há entre o passado e o futuro não é uma vã filosofia, mas um valor imparável: a mudança.  Essa é a nossa palavra de ordem. Na sociedade humana nada se avança a não ser pela mudança. É essa a força motriz do progresso. Na Modernidade, o futuro pertence à mudança.

Advogado e advogada, se a sentença não lhe convém, muda pela Apelação. Se o direito não é lhe atendido, muda a estratégia processual. Se a Justiça ainda não é reconhecida, muda a Lei. É a primeira das nossas lições; lute e não pare de lutar até que o presente do Direito entrelace com o futuro da Justiça em um só tempo: o da mudança.

Colega, o fazer melhor é o coração que oxigena a nossa profissão. O querer mudar é o timoneiro de nossas petições. O defender novos valores é a palavra que vocifera a nossa coragem: mudança.

Respeito, consideração e gratidão por todos e todas as que já trabalharam pela advocacia na OAB/MT. Os meus mais sinceros reconhecimentos. No peito de cada um, o que vejo é uma medalha de honra ao mérito pelo espírito público e pela consciência do bem comum. Mas são justamente esses, os que lá já estiveram, que mais testemunham que há sim uma prática em se fazer dono do nosso tempo, da nossa entidade e da nossa democracia.

Nesses últimos 26 anos na OAB/MT trocam-se os nomes, mas o modo de gestão é o mesmo. É preciso alcançar a profundidade das ideias, do propósito e da mentalidade de gestão.  Esse é o exato compromisso lavrado pela Chapa 2. Advogado e advogada, venha conosco e deixe para trás as velhas ideias, as velhas práticas, a velha politicagem e se junte ao que veio para mudar.

Ao grilhão das promessas não cumpridas, só nos basta um ato: o romper com as próprias mãos através do voto. Deste atraso etéreo do não ouvir dos clamares da classe, tanto dos anseios do jovem e das vozes dos mais experientes advogados, só nos basta um só futuro: uma Nova OAB.

Ao seu modo, Dr. Ruy Barbosa, o Água de Haia, estremeceu a Justiça, viveu no trabalho e nunca perdeu o ideal, o da mudança. Ao tempo da escravidão, defendeu a abolição. Nos idos da democracia censitária, escreveu pela eleição direta. Em plena monarquia, vociferou pela Revolução Republicana. Em época de assalto das eleições por militares, liderou a campanha civilista. Eis a lição que o Dr. Ruy Barbosa nos ensina: lutar por mudança é o dever da advocacia, é a própria oração aos moços e é a mais linda das cartas que podemos escrever ao futuro da democracia.

Para além de todas as nossas propostas a serem conferidas no nosso Plano de Gestão (www.porumanovaoab.com.br), o que temos é um propósito tal como o do Dr. Ruy Barbosa. O de fazer acontecer o bem maior da democracia: a alternância do poder. Alternância daqueles que podem fazer. Alternância do que se pode fazer. Alternância do como se pode fazer.

É só com alternância do poder que iremos acabar com as mazelas do continuísmo e superar os erros do presente e as omissões do passado. Mas sobretudo, para que possamos também não mais permitir que nos confundam: a autocracia de uma casta de escritórios com a democracia de toda a classe advocatícia.

Faço aqui o meu singelo apelo: vote! Mas que seja com consciência de quem a si próprio respeita como agente da mudança e seremos todos nós em um futuro próximo: uma Nova OAB.

Vamos à luta, sempre !

  • Bruno Boaventura. Vice-Presidente do Sindicato dos Advogados e das Advogadas de Mato Grosso. Candidato a Conselheiro Estadual pela Chapa 2 – Por uma Nova OAB.